“Manda no BBB”, com Rodrigo Mandarini: Arthur dá vergonha alheia

Fala, rapaziada!

Quando a gente pensa que o BBB21 já fez história com os três participantes mais rejeitados e abominados de todas as edições, eis que surge mais um brother para assumir o topo em uma categoria. Arthur é facilmente o participante mais vergonha alheia das 21 edições.

Difícil não rir das bananices do capixaba

Pra mim, Elieser era até então o maior bobalhão da história do programa. Com o plus de ter participado de duas edições e também ter sido ainda o mais pateta na Record. Mas o comportamento do Arthur supera com vantagem o participante do BBB13.

Ambos têm a mesma característica principal, que é a falta de noção do quanto são patéticos. Por serem bonitões, eles tiveram sempre as portas abertas no mundo da futilidade, da moda, da malhação. Na casa, se relacionaram com mulheres bonitas. Mas pensar nunca foi prioridade. E é aí que eles erraram ao achar que isso bastaria pra participar de um reality show. Não basta.

Elieser se caracterizou como um dos mais sem noção das 20 edições anteriores

Barriga definida, bíceps inchados, pele bem cuidada, cabelo cortadinho, andar sem camisa e de sunga pode ser legal por uma semana. Depois, ter o mínimo de inteligência e bom senso é necessário. Ou deveria ser.

Pesa contra o Arthur que ele ainda é arrogante, mentiroso, desleal. O cara só tem o Projota como foco. E vamos combinar que o músico só atura ele por falta total de aliados. A infantilidade dos posicionamentos do cara envergonham qualquer pessoa que vê o programa.

Em pouco mais de um mês de programa, ele já perseguiu o Gil sem qualquer motivo; já pegou no pé do Fiuk por insegurança; já balançou o bíceps no ao vivo após ser chamado de fraco; e agora faz vergonha no romance. Aliás, que romance mala, onde a Carla se mostra totalmente carente, submissa, desconectada da realidade. O cara até chantagem pra ir para o edredom com a menina já fez. Bizarro demais ver um cara desse tamanho fazer papel de garoto em rede nacional.

Uma pena que nessa semana ele mais uma vez vai ficar na casa. E mais uma vez vai se achar fortão. Se bem que quanto mais forte ele se achar, mais vai ser forte o soco no estômago que levará quando for para o paredão de verdade. É questão de tempo.

MANDA BEM: João, o planta, embora forçado, tem tomado decisões acertadas quando precisa se posicionar. Claro que não vai ganhar, já que é sem carisma. Mas ao menos é menos inútil do que sua patota verde.

MANDA MAL: Pocah só aceita ganhar as coisas. As expressões dela quando é contrariada mostram que ela não vai lidar bem com os conflitos que agora vão aparecer.

Por Rodrigo Mandarini

Compartilhar:

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on whatsapp

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *