Segundo Veja Rio, em setembro de 21, vai ter “Rock in Rio” bebê

Festival anuncia evento de debates digitais que acontece em setembro com 200 personalidades

Segundo a revista Veja Rio na coluna do jornalista Bruno Chateaubriand, vai ter “Rock in Rio 21”. Baseado em um dos seus pilares, Rock in Rio lança festival on-line, com debates e workshops, em setembro de 2021. Humanorama vem com a hashtag #porummundomelhor
O festival anuncia evento de debates digitais que acontece em setembro com 200 personalidades Ao longo de quatro dias, o Rock in Rio Humanorama vai ser palco de entretenimento e diálogo entre vozes diversas do Brasil e Portugal, disponibilizando na plataforma do evento (rockinriohumanorama.com…
Serão oitenta horas de conteúdos ao vivo e gravados, traduzidos em linguagem de libras, com foco no desenvolvimento do ser humano. Essa foi a fórmula encontrada pelos organizadores do festival para 2021, ano em que o festival foi cancelado em função da pandemia.
Nestas conversas, em que o foco será levar informação para a transformação de um mundo melhor, participarão nomes bem conhecidos do público, de diferentes áreas de atuação, que compõem o “lineup” deste festival.
Estão, já, confirmados o músico Gabriel o Pensador, a cantora Marisa Liz, a monja de ascendência portuguesa Monja Coen, o ator e humorista Fábio Porchat, a apresentadora Isabel Silva, a ativista Carolina Salgueiro Pereira, o artista Alok, o jornalista e compositor Nelson Motta, Sara Rocha, escritora Martha Medeiros.

Um novo projeto que nasce da junção do sufixo “orama” (do grego “hórama”, que significa “vista; descortinar de; espetáculo”) com a palavra “humano”, traduzindo-se em “espetáculo do humano”. Assim é o Rock in Rio Humanorama, um festival de conversas totalmente digital, gratuito e inclusivo, que se realiza entre os dias 14 e 17 de setembro e que procura abrir espaço a novas perspectivas e visões sobre alguns dos temas mais complexos da sociedade, explorando diferentes aspetos do ser humano e a sua capacidade de autorreflexão e de se relacionar com os outros.

“O Rock in Rio Humanorama surge para inspirar, provocar reflexões, estimular a aprendizagem e explorar a relação com o próximo, que nos torna mais humanos.
O projeto une cidades, países juntando-nos numa das alturas em que o ser humano precisa, mais do que nunca, de olhar para si, para nós e para a sociedade como um todo”, explica Agatha Arêas, Vice-Presidente de Learning Experience do Rock in Rio, que completa: “Será um projeto de capacitação intelectual e um convite à quem quer construir um mundo melhor”.

Assim como acontece ao entrar na Cidade do Rock, também no Rock in Rio Humanorama o público vai poder escolher os conteúdos a que quer assistir, entre quatro “palcos” principais
Estes palcos são, na verdade, canais acessíveis através da plataforma do evento “Sou”, “Nós”, “Somos” e “Experiências de Aprendizagem” , dedicados ao conhecimento e desenvolvimento das capacidades do ser humano para a construção de um futuro melhor e mais humano. O canal “Sou” foca na sustentabilidade individual e no autoconhecimento; o canal “Nós” explora as relações interpessoais, o poder do coletivo e da colaboração; o canal “Somos” aborda o universo do impacto social e a relação com o meio ambiente, explorando temas como a cidadania ativa, economia sustentável, criação de valor, entre outros; e o canal “Experiências de Aprendizagem” será o epicentro dos workshops práticos, liderados por professores e especialistas que abordarão as três temáticas dos restantes canais.
Por Bruno Chateaubriand, jornalista

Compartilhar:

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on whatsapp

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *